Esportes

[BANNER]

O Athletico/PR ganhou dois refoços para o jogo contra o Fortaleza, nesta quarta-feira (5), às 19h15, na Arena da Baixada, pelas oitavas da Copa do Brasil. O técnico Tiago Nunes vai poder contar com o lateral-direito Jonathan e o zagueiro Paulo André, ambos poupados por desgaste físico na vitória sobre o Fluminense, no último domingo (2), pela Série A do Brasileiro.

A presença entre os titulares não foi confirmada pela comissão do Furacão, mas os atletas estão aptos e podem surgir no banco de reservas. Em caso de manutenção do plantel que enfrentou o time carioca, o lateral Madson e o zagueiro Lucas Halter seguem na equipe.

Uma baixa certa é Renan Lodi, lateral-esquerdo titular do Athletico/PR. O jogador foi convocado pela seleção brasileira sub-23 para o Torneio Maurice Revello, na França, e não se apresentou aguardando pedido de dispensa da CBF. Como o documento não foi emitido, Márcio Araújo ganha a posição contra o Fortaleza. O caso é o mesmo do atacante Rodrygo, que chegou a viajar para a capital cearense junto da delegação santista e sequer foi relacionado contra o Ceará porque a desconvocação da equipe nacional não foi protocolada.

"Contra o Fortaleza vai ser uma parada muito dura. Eu assisti Flamengo e Fortaleza, é uma equipe que marca muito e, defensivamente, é muito sólida, difícil de entrar. Vamos ter que ter um trabalho coletivo muito bom para ganhar", analisou o comandante Tiago Nunes.

Classificação

Com o empate no primeiro jogo em 0 a 0, na Arena Castelão, o Fortaleza joga por uma vitória por qualquer placar para avançar às quartas. A equipe tricolor defende uma invencibilidade de nove partidas em fases mata-mata realizados em 2019.

Rogério Ceni também pode escrever mais capítulos como o melhor treinador tricolor de todos os tempos após os títulos da Série B do Brasileiro, Campeonato Cearense e Copa do Nordeste - taças conquistadas em seis meses, de forma consecutiva. A melhor campanha leonina na Copa do Brasil foi em 2001, quando foi eliminado nas quartas para a Ponte Preta.

Na ocasião, o Fortaleza venceu a Ponte Preta no jogo de ida por 1 a 0, em solo cearense, mas acabou goleado pela Macaca na volta: 5 a 2. Caso elimine o Athletico na Arena da Baixada, o Leão repete o feito no torneio nacional e garante R$ 3,15 milhões em premiações.

Diário do Nordeste/ Foto: Miguel Locatelli e JL Rosa


 

Compartilhe: