Politica

O jornalista Luís Torres publicou em seu blog a justificativa do professor Fábio Maia, aliado de Ricardo Coutinho, que foi exonerado do cargo de Secretário Executivo de Planejamento de João Azevêdo.

Além de Maia, também foi exonerado o advogado Yuri Simpson, marido de uma sobrinha do ex-governador.

Na sua justificativa, Maia contou ao jornalista que a saída do governo foi fruto do distanciamento entre os líderes.

 

Confira na íntegra:

 

Uma das figuras do PSB mais próximas ao ex-governador Ricardo Coutinho, o professor Fábio Maia foi exonerado do cargo de Secretário Executivo de Planejamento, conforme publicação no Diário Oficial desta quarta-feira, 27. Além dele, o advogado Yuri Simpson, marido de uma sobrinha do ex-governador, também teve sua exoneração publicada.

 

Após o impasse sobre a destituição de Edvaldo Rosas da presidência do PSB estadual, este é o episódio mais nítido do rompimento entre o ex-governador Ricardo e o governador João Azevedo.

 

Ao justificar a exoneração, Fábio Maia, que assessora Ricardo na Fundação João Mangabeira, não escondeu que ela foi fruto do distanciamento configurado entre os dois líderes.

“A vida é feita de escolhas e eu fiz a minha, não faria outra porque precisaria dormir tranquilo, andar com a espinha ereta, o peito aberto e a consciência tranquila”, respondeu ao blog.

 

Merece ser internado quem aparecer na rua dizendo que o rompimento de João e de Ricardo não passa de estratégia de marketing.

 

Blog do Luís Tôrres

Compartilhe: